Como se sair bem numa entrevista de emprego em inglês?

entrevista-de-emprego-em-inglês

Anote essas dicas preciosas, mostre sua capacidade e garanta sua vaga na próxima entrevista

 

Você já deve ter percebido a importância de se comunicar em inglês para crescer profissionalmente, tendo em vista as relações de trabalho e entre empresas. A partir dessa percepção, com certeza, já deve ter vislumbrado os benefícios que o conhecimento desse idioma pode proporcionar a você. Contudo, é preciso mais do que o domínio da língua inglesa para se destacar em uma entrevista de emprego em inglês.

Christa Maas é a pessoa ideal para compartilhar informações precisas sobre o assunto. Professora de inglês e alemão desde 1985, ela é sócia da EnglishCoach4U e responsável pelo treinamento de entrevistas em inglês oferecido aos clientes da Blumen Consultoria.

 Se seu objetivo é pleitear uma vaga destinada a profissionais que dominem o inglês, acompanhe abaixo as recomendações de Christa. Elas valem ouro, pois podem ajudar você a alavancar sua carreira:

 

  • A primeira orientação para se preparar para uma entrevista de emprego em inglês é fazer pesquisas sobre a empresa neste idioma. Visite não apenas o site da companhia, mas, também, busque por materiais em veículos de imprensa. Essa iniciativa pode ajudar muito, porque além de se familiarizar com o trabalho em si, o candidato consegue se apropriar do vocabulário utilizado naquela instituição e usar a linguagem adequada ao cargo pretendido;
  • Outra dica é fazer ensaios, simular as entrevistas, com perguntas complexas que exijam respostas bem elaboradas: tenha em mente que, na atualidade, as entrevistas de emprego, em geral, incluindo aquelas realizadas em inglês, são preparadas por psicólogos. “Não é mais como antigamente, quando se perguntava de que maneira você se vê daqui a cinco anos ou como pode contribuir com a empresa. Você precisa demonstrar mais do que isso: seus resultados em experiências anteriores e como os obteve, como atuou em momentos de crise. É preciso mostrar suas habilidades organizacionais e sua capacidade de gerenciar tempo e trabalhar em equipe. Isto certamente exige conhecimentos e fluência mais sólida do inglês”, explica Christa.
  • Christa orienta ainda que se tome cuidado com a gesticulação em excesso e outros hábitos, que podem ser comuns no nosso país, mas causar estranhamento a estrangeiros, caso a entrevista seja realizada por um. “No momento, a presença europeia é grande no Brasil e o europeu não usa as mãos para falar: ele vai sorrir e esperar o contato visual. O brasileiro se mexe o tempo todo e olha muito, pra cá e pra lá, por isso, é importante tomar cuidado: se o seu entrevistador for europeu, ele pode intepretar isso como distração”, afirma a profissional. Ela ainda relatou uma experiência que teve quando trabalhou como recrutadora e entrevistou uma pessoa coreana, que não tinha nenhum contato com a mentalidade brasileira. “Eu olhava para os olhos dele e ele me perguntou se isso era normal, porque eles fazem pouco contato visual e respondem com a cabeça baixa. Então, vale a pena você pesquisar um pouco a cultura da empresa em que você pretende ingressar”.
  • Ainda sobre entrevista de emprego em inglês e aprendizagem do idioma: a professora alerta que não se deve cair na tentação de manter-se na zona de conforto, o que, segundo ela, é muito comum entre profissionais e estudantes brasileiros. “São anos para aprender e brasileiro espera aprender tudo na aula, muitas vezes não estuda”. Em contrapartida, aponta um exemplo a ser seguido: “um aluno no ano passado, que fazia pilhas de lição de casa, conseguiu ir, em apenas um ano, do começo do pós-intermediário até o fluente, mas estudou todos os dias”.
  • Para finalizar, adote práticas que promovam o relaxamento, como a meditação e o controle de respiração. Isso pode ajudar a evitar aquele branco na hora da entrevista.

 

Entrevistas por telefone ou videoconferência: a melhor escolha para alguns clientes

Entrevistas por telefone ou videoconferência são uma modalidade que vem crescendo. São uma opção muito prática, que ajuda a otimizar o tempo dos recrutadores e dos candidatos. Atualmente, diante da pandemia do novo coronavírus, têm sido a alternativa mais segura para a realização deste tipo de processo e tendem a ser muito usadas após esta crise.

Assim, preparar-se para entrevistas de emprego em inglês on-line é essencial aos profissionais que desejam se destacar. Conforme explica Christa, estar pronto para um processo realizado via telefone ou videoconferência é ainda mais importante para um determinado perfil de pessoas, como os executivos: eles costumam trabalhar frequentemente por esses meios, que causam distorções na voz, dificultando o entendimento. Por isso, esta habilidade certamente será avaliada pelo recrutador.

Ela relatou um caso curioso de um aluno seu, que era médico e decidiu estudar inglês pela internet, mas sem vídeo, apenas por áudio. O motivo é que, em seu trabalho, são utilizadas máscaras e é preciso “treinar” de uma forma que elas não se tornem um empecilho para a comunicação entre os profissionais da equipe. Optou-se então pela ausência do vídeo para que o nível de dificuldade na consultoria fosse semelhante ao de um diálogo em inglês com máscara.

 

E quando faltam pessoas qualificadas?

 Em um determinado período, Christa Maas trabalhou em um banco. Na ocasião, o gerente decidiu contratar alguém que fosse fluente em inglês para lidar com as montadoras de veículos.  Christa preparou a entrevista e o teste em inglês, uma vez que não havia funcionário do RH que pudesse fazer isso. Foram 15 pessoas testadas e o gerente teve que desistir de sua intenção inicial, pois ninguém correspondia ao perfil desejado para o cargo disponível.

“Eu tive um aluno recentemente que trabalhou por 14 anos em um grande banco internacional e não é fluente. O brasileiro tem o hábito de superestimar o nível de inglês, por exemplo, a pessoa acha que é fluente, mas na verdade é pós-intermediária.”, explica.

A profissional também afirma que estudar no exterior não é garantia de adquirir fluência: “quanto tempo uma criança demora para aprender uma língua?”.

 

Em geral

 Apesar de este artigo ter como foco entrevista de emprego em inglês, a maior parte das dicas e orientações sobre como proceder em um processo seletivo são válidas para o mercado de trabalho em geral.

Contudo, para quem deseja aprimorar o inglês a fim de ampliar as possibilidades profissionais e estar mais bem preparado para uma entrevista no idioma, pode entrar em contato com a Blumen Consultoria pelos telefones (11) 3885-7239 e (11) 3057-3958 ou pelo WhatsApp (11) 96490-1818.

Gostou do nosso artigo sobre como se preparar para uma entrevista de emprego em inglês? Continue acompanhando os conteúdos que periodicamente postamos em nosso blog.

 

VEJA TAMBÉM EM NOSSO BLOG:

SSI: o segredo para aumentar a força do seu perfil no Linkedin

Qual o grande benefício para as empresas que oferecem programas de recolocação profissional aos ex-funcionários?

Assessment: o que é e em que momentos pode ser útil

Dicas para uma entrevista de empresa em inglês

Como transformar o LinkedIn no meu melhor currículo?

Open chat